Por Jornal do Brasil, 03/12

Em sua estreia na ficção, Boni simula a própria morte e narra encontros com nomes como Roberto Marinho, Chacrinha, Walter Clark, Tom Jobim, Dercy Gonçalves, Miele, Chico Anysio e Tim Maia. Para celebrar seus 80 anos, José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni, estreia na ficção com uma narrativa bem-humorada e ao mesmo tempo emocionante e reveladora. Em Unidos do outro mundo – Dialogando com os mortos, primeiro título do selo Estação Brasil, da Sextante, e em parceria com a Rara, o empresário simula a própria morte para reencontrar seus amigos do outro mundo e fazer um ajuste de contas com os desafetos que já se foram.

Ao se lembrar de incríveis histórias, Boni revê personagens como Roberto Marinho, Chacrinha, Walter Clark, Tom Jobim, Dercy Gonçalves, Miele, Chico Anysio e Tim Maia. Ele terá que refletir sobre o passado, revirando e esclarecendo dúvidas e mal-entendidos. Nesses diálogos não faltam críticas à TV atual, tema do qual Boni nunca se esquivou. O livro é um “testamento sentimental”, um registro amoroso, mas também um relato crítico e contundente, que Boni criou para falar daquilo que é o mais valioso bem de seu patrimônio: a amizade.  As colagens de Maurício Planel, que ilustram a obra, dão um clima de sonho, em uma combinação que reforça e traduz a criatividade do texto.

Para comprar “Unidos do outro mundo” clique aqui