Por Laura Souza

Tudo que o Instituto Europeo Di Design – ou IED para os íntimos – toca, vira arte. Foi assim com o magnífico prédio do Cassino da Urca, onde atualmente o Instituto funciona. A obra revitalizou o local e deu ares mais modernos sem perder a tradição. E eles não pretendem parar: farão obras do outro lado do prédio com o objetivo de modernizar as estruturas que abrigarão um auditório para eventos diversos.

Mas voltando a falar em cultura, a última do IED é a exposição “A invenção da praia: cassino”, inspirada nos desenhos de Lina Bo Bardi para “Um Museu à Beira do Oceano”. E não é que ela parecia prever o futuro? É exatamente isso que o IED vai se tornar. À beira da bucólica Praia da Urca, o Instituto recebe as intervenções de doze artistas, sob a curadoria de Paula Alzugaray.

O projeto de arte, memória, ficção e arqueologia fez com que os artistas mergulhassem no passado do Cassino da Urca e das personalidades que passaram por lá. Desse mergulho, saíram performances, som, fotografia, texto e instalação para contar, de outra forma, as memórias, histórias e até mistérios do antigo cassino.

Informações do Local:

Avenida João Luiz Alves, 13 – Urca

3683-3786


De 9 a 16 de setembro, das 16h às 22h