Por Laura Souza

O maestro João Carlos Martins tem uma história de vida que realmente parece “coisa de cinema”! E o  diretor Mauro Lima, especialista em filmes biográficos, não deixaria a oportunidade passar. Alexandre Nero foi o ator escolhido para fazer o maestro em sua fase adulta e o elenco conta ainda com Alinne Moraes, Caco Ciocler, Fernanda Nobre e Rodrigo Pandolfo. Junto eles contam a belíssima e surpreendente história de persistência e amor à música.

Quando criança, João Carlos tinha muitos problemas de saúde, que o impossibilitaram de ter uma vida normal. Por conta da reclusão, o piano despertou seu interesse e fez com que ele se dedicasse a aprender cada vez mais. Em poucos anos foi considerado um verdadeiro prodígio do instrumento, conquistou fama internacional e se transformou em uma das maiores promessas da música erudita mundial.

Quando tudo parecia dar certo, João sofreu um grave acidente que afetou diretamente um nervo de seu braço. Impossibilitado de tocar, ele foi forçado a interromper sua carreira. Na tentativa de um novo começo, se envolveu com política.

Mas o artista resolveu retomar sua carreira musical e, mesmo com suas limitações, alcançou o tão sonhado sucesso. Porém, após ser agredido em um assalto, sofreu uma lesão cerebral e, por conta de dores insuportáveis, teve o nervo da mão direita cortado. Insistente em sua vocação, João passou a realizar inúmeros concertos pelo mundo usando somente a mão esquerda, o que sobrecarregou o membro e causou um câncer. E ele, sem desistir, tornou-se… maestro.

O drama estreia hoje nos cinemas e é uma excelente pedida para o final de semana. Vale a pena prestigiar a produção nacional e o João, o grande maestro!

Informações do Local: