Em uma ode ao Rio de Janeiro, a Editora Mórula publicou ” O meu lugar” com crônicas de 34 cariocas, que contaram sobre o seu lugar na cidade. Cada autor escolheu um bairro para abrir memórias e afetos.

A coletânea, cuja capa é uma reprodução de lambe-lambe, tem como organizadores Luiz Antonio Simas e Marcelo Moutinho, que também contam quais são os seus lugares. Além deles, dividem suas lembranças sobre a Cidade Maravilhosa Mariel Reis, Zeh Gustavo, Raphael Vidal, Aldir Blanc, Maurício Barros de Castro, Eduardo Goldenberg, José Trajano, Rodrigo Ferrari, Alberto Mussa, Moacyr Luz, Fernando Molica, Juliana Krapp, Nei Lopes, Paulo Roberto Pires, Felipe Bezerra, Bruna Beber, João Felipe Brito, Fábio Fabato, Bárbara Pereira, Henrique Rodrigues, Lúcia Bettencourt, Manuela Oiticica, Luiz Pimentel, Paulo Thiago de Mello, Hugo Sukman, Alexandra Lucas Coelho, João Pimentel, Mariana Filgueiras, Alexei Bueno, Alvaro Costa e Silva, Ana Paula Lisboa e Cecilia Giannetti.

Um trechinho de “Na rua, até hoje…”, de Aldir Blanc:

“Eu nasci na chamada Rua da Pedreira (Santos Rodrigues), no Estácio, num apartamentinho escuro. A rua, na época, não tinha saída. Era muito pobre, com vários terrenos baldios. Estou só dando uma ideia do cenário. Aí, com quase 4 anos, finalzinho da década de 1940, houve a mudança – e botem ‘mudança’ nisso! – para a Rua dos Artistas, em Vila Isabel. Os chatos insistem em afirmar que o bairro era Aldeia Campista, mas, como meu vô português botou um papel em meu bolso com o endereço, telefone e estava escrito que o bairro era Vila Isabel, foi, é e sempre será Vila Isabel.”

o meu lugar

Mais detalhes
Editora: Mórula Editorial
Páginas: 144
Preço: 37,00
Organizadores: Luiz Antonio Simas e Marcelo Moutinho