Somente em 1974, alguns meses depois de completar 66 anos, Cartola gravou seu primeiro LP, “Cartola”, que recebeu vários prêmios; dois anos depois veio o segundo, com o mesmo nome e uma de suas mais famosas canções, “As rosas não falam”. E só em 1976, aos 68 anos, um dos maiores ícones do samba fez seu primeiro show individual, no Teatro Galeria, no bairro do Catete, onde nasceu.

Flavio Bauraqui Cartola
O ator gaúcho Flávio Bauraqui interpreta o sambista

Essas e outras histórias surpreendentes, dramáticas e, ao mesmo tempo, delicadas como as canções que compôs Angenor de Oliveira, o Cartola (1908-1980) foram reunidas no musical “Cartola – O mundo é um moinho”, em cartaz no Teatro Carlos Gomes, na Praça Tiradentes, até o dia 28 de maio.

Idealizado pelo ator e produtor Jô Santana, o espetáculo tem dramaturgia de Artur Xexéo, pesquisa histórica de Nilcemar Nogueira (neta de Cartola e diretora do Museu do Samba, no Rio), direção e encenação de Roberto Lage e direção musical de Rildo Hora.

Flávio Bauraqui interpreta o poeta, e Virgínia Rosa encarna Dona Zica – ou Eusébia Silva do Nascimento, segunda mulher de Cartola – com quem ele abriu, em 1964, o famoso restaurante Zicartola, na Rua da Carioca, ponto de encontro dos melhores sambistas da época e de jovens compositores da geração pós-bossa nova. O elenco conta com outros 16 atores e oito músicos no palco.

cartola-elenco todocena cartola CANTORES

Cartola teve papel fundamental na propagação do samba e, segundo os diretores do musical, retratar a vida de um dos patronos do gênero no ano em que se comemora os 100 anos do Samba “é uma iniciativa que valoriza os espaços de manifestação originais dessa arte e os sambistas tradicionais, além de preservar um bem cultural de rica expressão artística e enorme relevância histórica para o Brasil”.

A primeira temporada de “Cartola – O mundo é um moinho” aconteceu em 2016, em São Paulo, e recebeu indicações para cinco prêmios: Melhor Visagismo (Prêmio Arte Qualidade Brasil); Melhor Ator para Flavio Bauraqui (Prêmio Aplauso Brasil); Melhor Espetáculo Musical (Prêmio Aplauso Brasil); Melhor Ator para Flavio Bauraqui (Prêmio APCA); Melhor ator para Flavio Bauraqui (Prêmio Revista Quem).

SERVIÇO
Cartola – O mundo é um moinho
Dia/hora: quintas, sextas e sábados, às 19h; domingos às 17h
Ingressos: R$ 70 às quintas e sextas; e R$ 80 aos sábados e domingos
Classificação: 12 anos

Mais sobre o musical: http://musicalcartola.com.br/
Sobre Cartola: http://www.cartola.org.br/