O que é que o Rio tem? Tem samba em fevereiro, tem; tem esporte o ano inteiro, tem; tem réveillon em Copacabana, tem. E muito, muito mais. De Janeiro a Janeiro o Rio é lindo, acolhedor e diverso. Economia criativa, moda, arte, design, entretenimento, games – cabe tudo nesse Calendário.

pasted-image-35866

Com curadoria de Roberto Medina e Ricardo Amaral, o calendário de eventos Rio de Janeiro a Janeiro já entra em campo com cerca de 90 atividades. E é aqui, no Rio Book, que você vai saber todos os detalhes desse movimento que vai resgatar a cidade da crise. A plataforma de comunicação Rio Book, através de portal, livros impressos e digitais, redes sociais e aplicativo, será a base de informações sobre o Calendário.

O Rio de Janeiro, porta de entrada do Brasil, tem vocação natural para o turismo, que incrementa a economia e promove o desenvolvimento da cidade. Você sabia que dez turistas a mais na cidade geram receita suficiente para custear um novo leito de hospital? Os projetos desse Calendário são mapeados por uma equipe que quer ver a recuperação do Rio e conta com o apoio do Ministério da Cultura, do Ministério do Esporte, do Ministério do Turismo, da Prefeitura do Rio e da Riotur. Time de bambas trabalhando para gerar emprego e renda e pela inclusão social.

Roberto Medina e Ricardo Amaral
Roberto Medina e Ricardo Amaral

Com eventos de diferentes tamanhos e públicos e espalhados por toda a cidade o Rio de Janeiro a Janeiro mostra que a cidade não só é viável como vai crescer economicamente. Entre os eventos já selecionados teremos o Rio Montreux Jazz Festival, o X-Games, o Rio Bossa & Jazz, o Rio Shopping Show (descontos e ofertas em shoppings, teatros, restaurantes etc), o Alô Alô, Rio (gastronomia e música de rua), o Paraty em Foco e o Réveillon de Copacabana, claro.

Roberto Medina já declarou que “Não adianta o Rock in Rio ir bem e lotar a nova Cidade do Rock se a cidade do Rio de Janeiro não está bem. A rua tem que ir bem. Eu não consigo viver fora do Rio e, por isso, digo que vamos tomar o nosso país de volta, vamos mudar porque essa é a nossa casa. Vamos passar essa fase difícil, do mesmo jeito que deixamos outros períodos ruins para trás”.

E Ricardo Amaral complementa: “O Rio, assim como o resto do Brasil, é sempre uma inspiração para mim. A economia é criativa e fértil. O momento do Brasil é delicado, mas os empresários estão sempre procurando novos caminhos e o que acontece no Rio reflete no resto do país. Em um momento de caos, seja político, econômico, ético ou moral, temos que pensar em viradas, olhar sempre para frente.”

O lançamento oficial do Calendário é amanhã, no Rock in Rio. Acompanhe o Rio Book e saiba tudo sobre o Rio de Janeiro a Janeiro. As novidades não param!