O ditado “Eu moro onde você tira férias” nunca foi teve tanto significado. Os cariocas que o digam… Destino turístico número um do país, a cidade do Rio de Janeiro é internacionalmente conhecida pelos seus ícones culturais e paisagísticos, como a estátua do Cristo Redentor (uma das sete maravilhas do Mundo Moderno), o Pão de Açúcar e as praias de Copacabana e Ipanema. E neste 2 de março, dia Nacional do Turismo, damos algumas dicas para quem planeja visitar a Cidade Maravilhosa e aproveitar ao máximo a estadia.

Dados da pesquisa Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, do Ministério do Turismo, revelam que a intenção de viajar pelo país aumentou 8% no ano passado. De acordo com o estudo, para 80,3% dos futuros viajantes, a ideia é desbravar os destinos nacionais e desfrutar de belos cenários naturais, rica gastronomia e manifestações culturais. Segundo o Ministério do Turismo, a entrada de capital estrangeiro no Brasil registrou o crescimento de 7%.

Praia_de_Copacabana_-_Rio_de_Janeiro,_Brasil
Copacabana, princesinha do mar

Com cerca de 80 quilômetros de orla, o Rio de Janeiro é mais que um cartão postal. Sede de grandes eventos culturais, a cidade é movimentada durante os 365 dias do ano: no Réveillon, os fogos de artifício colorem o céu de Copacabana para brindar o Ano Novo; no Carnaval, a cidade se colore e a folia toma conta das ruas, e é no Sambódromo, na Marquês de Sapucaí, desfilam as escolas de samba; as belíssimas praias atraem gente bonita em suas areias, descontração e liberdade. E depois de um dia inteiro curtindo o sol e o mar, a pedida é aplaudir o por do sol nas pedras do Arpoador. Depois, tomar um chopp nos botequins do calçadão. Além da praia de Copacabana, Ipanema, Leblon, São Conrado e Barra da Tijuca são convidativas a um mergulho.

Mas não são apenas as praias que fazem sucesso na Cidade Maravilhosa. Principal cartão postal do Rio de Janeiro e uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno, o Cristo Redentor é uma visita obrigatória para quem vem conhecer a cidade. A estátua, de 30 metros de altura, fica no alto do Morro do Corcovado, a 710 metros do nível do mar, em meio à Floresta da Tijuca. Para chegar aos pés do Cristo, o turista vai apreciar uma das mais velas vistas do Rio. Informações e ingressos, aqui.

pao-de-acucar
Vista de tirar o fôlego

Outro passeio de tirar o fôlego é o Pão de Açucar. No bondinho, que sai da Praia Vermelha, na Urca, o turista se depara com paisagens deslumbrantes, como as praias de Copacabana, Ipanema, Leblon; a Pedra da Gávea, a Enseada de Botafogo e a Baía de Guanabara. A primeira parada é no Morro da Urca, a 220 metros de altitude. A segunda parada fica a 400 metros acima do nível do mar e é de lá que se tem a vista panorâmica mais extraordinária da cidade. Informações e ingressos, acesse aqui.

Depois de curtir os passeios e pontos turísticos durante o dia, a boa pedida é curtir a cidade à noite. O musical Bossa Nova em Concerto conta a história da Bossa Nova através de um repertório de canções que marcou um dos movimentos mais influentes da música popular brasileira e que revelou nomes como Vinícius de Moraes, Tom Jobim e João Gilberto. Em cartaz no Teatro do Leblon, com ingressos a R$ 75. Mais informações, aqui.

bossa nova
Bossa Nova em Concerto: imperdível

Dando adeus ao carnaval, a Sala Baden Powell, em Copacabana, promove um show regado aos ritmos carnavalescos, com a roda de samba Terreiro de Eva, uma ode ao samba, à música brasileira, à história dos brasileiros e às mulheres. O ritmo, a pressão, a pegada, o repertório, tudo o que faz uma roda ser reconhecida por sua qualidade artística e musical, é encontrado no Terreiro de Eva. O diferencial fica por conta das vozes. Ingressos a R$ 30. Informações e vendas, aqui.

saolli
Flavia Saolli comanda o Terreiro de Eva

O cantor Rodrigo Lampreia comanda seu baile de pós-carnaval no Belmond Copacabana Palace. O #BaileDoLampreia resgata a pureza e beleza dos bailes de antigamente com música ao vivo, DJs, emoção, lembranças e muito astral. Ingressos de R$ 80 a R$ 100. Compre aqui.

lampreia
Rodrigo Lampreia: volta ao passado

Considerado o bairro mais boêmio da Cidade Maravilhosa, a Lapa é o berço da boemia e malandragem carioca. Para os notívagos, é o local certo! Bares, casas de shows, restaurantes, ruas tomadas de gente, ao ar livre. Sem falar nos Arcos da Lapa, que são o ponto turístico mais conhecido do bairro, que é sinônimo de diversão.

lapa
Lapa: ícone da boemia carioca

E então? Preparado para conhecer essa cidade incrível? Vem pro Rio!