Por Laura Souza

Que tal atravessar a Baía de Guanabara e dar uma volta pelos arredores? Niterói é um lugar de muitas belezas e que está pertinho da Cidade Maravilhosa. O Rio Book deu um passeio por lá para mostrar as praias belíssimas e perfeitas para um programa de final de semana, uma viagem rápida ou para quem quer aproveitar uns dias diferentes sem ir muito longe do Rio. E o mais importante: esse roteiro prova que o melhor de Niterói não é a vista para o Rio.

Prepare a roupa de banho, atravesse a Ponte Rio-Niterói e bom passeio!

 

Itacoatiara

Mais conhecida pelo carinhoso apelido de “Itacoá”, é uma das praias mais belas de Niterói. Preferida pelos niteroienses, também faz sucesso com os surfistas e turistas. Com 700 metros de extensão e ondas pesadas, é palco para várias competições de surf e bodyboarding, aulas de stand up paddle, slack line, território liberado para famosa altinha e point do público jovem.

Batizada em Tupi com um nome que significa “pedra pintada/riscada”, Itacoatiara oferece uma vegetação exuberante e águas transparentes e azuladas. Uma riqueza de paisagem ímpar!

 

Camboinhas

Entre as praias de Itaipu e Piratininga, está a praia de Camboinhas. Com uma bela orla, com quiosques bem estruturados, o calçadão fica sempre cheio de gente praticando corrida, caminhada e ciclismo, principalmente ao final da tarde.

Com aproximadamente 2.600 metros de extensão, Camboinhas é uma continuação da Praia de Itaipu. Suas águas costumam ser mais calmas, sem muitas ondas – a não ser em época de ressacas – e em uma tonalidade verde, transparentes.  

 

Sossego

A Praia do Sossego fica no bairro de Camboinhas e é literalmente um patrimônio de Niterói. Por seu valor ecológico e paisagístico, a prefeitura municipal tombou 80 mil metros quadrados da área em 1991.

Por estar localizada (ou melhor, praticamente escondida!) entre duas elevações rochosas – Ponta dos Morros e Ponta Pé de Boi – seu acesso pode ser feito por uma trilha pequena, mas que conta com muitas pedras e mato seco. Outra forma de chegar é através de embarcações, principalmente lanchas e iates.

A praia tem com águas transparentes e de temperatura amena, uma vegetação diversificada e areias claras e finas. Uma curiosidade sobre o paraíso? Já tentaram fazê-lo virar uma praia de nudismo na década de 1980…  

 

Itaipú

A única praia oceânica de Niterói. Para chegar até lá, uma experiência bucólica, que te transporta para o passado: é preciso ir por dentro de uma vila de pescadores, onde existem vários pequenos comércios, uma igrejinha do século XVIII e o Museu Arquelógico de Itaipu. Todo esse cenário contrasta com as modernas e luxuosas casas de veraneio que beiram a praia.

Por conta das formações rochosas em volta da praia, apresenta águas sempre calmas, o que se torna um atrativo para crianças, para embarcações e para os praticantes de stand up paddle. Com um cenário belíssimo, com gaivotas emoldurando o horizonte, ainda conta com diversos restaurantes especializados em frutos do mar que servem suas iguarias nas areias e até dentro das embarcações que atracam por lá.

Se der sorte, é possível contar com a participação especial das tartarugas marinhas, que vez ou outra aparecem para dar o ar da graça e encantar os banhistas.

 

Piratininga

Com quase 3 quilômetros de extensão, é a maior praia da região oceânica de Niterói. Por ser tão grande, chega a ser dividida em duas: o trecho maior é chamado de “praião" e o menor, claro, de “prainha”. A primeira possui ondas mais fortes (por conta do mar aberto), uma larga faixa de areia e vários quiosques especializados em frutos do mar. Já a segunda, ao norte, conta com um mar mais calmo e a famosa Pedra da Baleia.

Como a praia é grande, dificilmente fica lotada, o que é um ponto positivo para quem quer curtir um programa mais tranquilo. Além de ser palco para shows e festas, aos finais de semana a orla fica fechada para lazer.

A cereja do bolo da Praia de Piratininga? A privilegiada vista da Praia de Copacabana, do Corcovado e do Pão de Açúcar ao longe.