Ícone dos pés-sujos suburbanos, no Bar da Portuguesa os clientes ainda podem abrir a geladeira
e pegar sua cerveja para acompanhar um pratinho de torresmo de barriga ou jiló recheado com linguiça. Ou fritada de bacalhau ou pastéis ou empadas ou… as sardinhas fritas!!! A lista de petiscos é digna de aplausos de pé.

bar da portuguesa becoza_5495
O torresmo de barriga de Dona Donzília

Pelas paredes do bar, a coleção de camisas históricas do Vasco da Gama, time de coração da família, convive com fotos e lembranças de Pixinguinha – que morou ali ao lado e é até hoje
o cliente mais famoso. Ele passava horas no bar e até compôs algumas músicas na sua mesa preferida. Desde 2016 Pixinguinha está também na calçada, em uma estátua de bronze cuidadosamente feita por Ique. De pijama e chinelos, como costumava frequentar o bar, ele parece chamar o garçom para pedir mais uma gelada e um pratinho de tremoços.

Pixiguinha e sua esposa, Beti, no Bar da Portugesa.
Pixiguinha e sua esposa, Beti, no Bar da Portuguesa.

 

A histórica presença do mestre Pixinguinha ou as delícias que saem da cozinha são saborosas razões para visitar a casa de Dona Donzília e seus filhos em Ramos, mas não são os únicos motivos. O que faz o lugar é também o ambiente familiar, as mesas na calçada e a vida calma, à moda antiga, dos botequins de subúrbio do Rio, onde o freguês é amigo e o amigo é da família.

Informações do Local:

Rua Custódio Nunes, 155 – loja D – Ramos

2260-8979

Segunda a sexta para jantar. Sábado e domingo para almoço.