Por Laura Souza

O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM, para todos os cariocas) é uma verdadeira instituição da Cidade Maravilhosa. Criado em 1948, por iniciativa de um grupo de empresários presidido por Raymundo Ottoni de Castro Maia, segue o modelo do MoMA de Nova York. Sua construção representa um marco da arquitetura e é resultado do projeto do arquiteto Affonso Eduardo Reidy e do paisagista Roberto Burle Marx.

MAM  (Foto: Joze de Goes)
MAM (Foto: Joze de Goes)

O prédio, que segue a orientação da arquitetura racionalista, destacando-se pelo emprego de estruturas vazadas e pela integração com o entorno, é uma verdadeira obra de arte. E talvez seja por isso que muitos dos fãs do museu dizem que, na verdade, o MAM é uma obra de arte que guarda outras obras.

Localizado no Parque do Flamengo, pertinho do Aeroporto Santos Dumont, a organização particular sem fins lucrativos é resultado do contexto cultural e econômico que o país como um todo passou após a Segunda Guerra Mundial. Foi nesse riquíssimo momento que se observou a diversificação dos equipamentos culturais do Brasil, a aquisição de um valioso patrimônio artístico e a assimilação das correntes artísticas modernas. Nosso país passava por uma importante transição cultural que foi coroada com o Museu de Arte Moderna.

Parque do Flamengo, MAM e Marina da Glória
Parque do Flamengo, MAM e Marina da Glória

Dessa forma, o MAM foi palco de inúmeros acontecimentos de importante relevância na vanguarda artística brasileira. A instituição conseguiu reunir aos poucos, ao longo de sua história, uma coleção de arte moderna extremamente rica e representativa. Mesmo com o trágico incêndio de 1978, hoje o MAM é casa de aproximadamente 11 mil objetos de arte.

Jardins do MAM (Acervo Rio Book - Rara Cultural)
Jardins do MAM (Acervo Rio Book – Rara Cultural)

Uma das mais importantes instituições culturais do Brasil, o MAM é focado na inovação e no experimentalismo e por isso abraça suas exposições com a intensidade de um genuíno “museu vivo”, numa programação que incorpora também música, teatro e, principalmente, cinema. A Cinemateca do MAM é um verdadeiro tesouro cultural do Rio de Janeiro. Por tudo isso, o museu se autodeclara, com orgulho e com razão, como “a casa da vanguarda brasileira”. E merece mesmo o título e a admiração de todos que o visitam.

Passear pelo MAM é se perder no meio da história, da cultura e da arte. O célebre Jardim de Esculturas, projetado por Roberto Burle Marx para receber obras da coleção do museu, possui uma área de 6 mil metros quadrados. Inaugurado em 1993, é o espaço de uma exposição à céu aberto que conta com aproximadamente 30 esculturas. Além das visitas educativas, os jardins do MAM são constantemente usados para atividades que são a cara do Rio, como aulões de yoga e piqueniques nos finais de semana.

Interior do MAM (Foto: Divulgação)
Interior do MAM (Foto: Divulgação)

Esse final de semana (14 e 15/10) o museu recebe a quinta edição do Arte Core, que promove a arte urbana e a cultura do skate. Com mostras artísticas que vêm de todo o país, com técnicas, estilos e linguagens diferentes, a ideia é justamente levar o público além do senso comum que resume arte urbana a spray e grafite. Os pilotis, os jardins e, ineditamente, a Cinemateca serão ocupados com atividades diversas, pistas de skate, oficinas, sets animados, food trucks e a novidade desta edição: a sessão-pipoca (com direito a debate no final e tudo!). Com aposta sustentável, o evento contará com coleta seletiva, moradores do polo de reciclagem de Jardim Gramacho para reempregar toda a cenografia utilizada e uma feira com expositores locais de marcas que incentivam a reutilização. Uma verdadeira ode à arte urbana!

O Rio Book recomenda o passeio pelo Museu de Arte Moderna em qualquer circunstância: seja para caminhar pelos jardins, contemplar uma exposição, participar de um evento… A experiência é única, rica e imperdível.

Informações do Local:

MAM Rio: Avenida Infante Dom Henrique, 85 – Parque do Flamengo

3883-5600


De terça a sexta, das 12h às 18h. Sábados e domingos, das 11h às 18h.