Por Laura Souza

Localizada na Floresta da Tijuca, entre os bairros de São Conrado e Barra da Tijuca, a Pedra da Gávea é um daqueles cartões-postais que habita a vida do carioca. Seja num trajeto de carro ou numa ida à praia, ela já faz parte do cenário e está lá, linda e imponente, com o famoso rosto que parece ter sido esculpido.


Gávea

O maior bloco de pedra à beira mar do mundo é um reduto de alpinistas e trilheiros. As trilhas, abertas na montanha pela população agrícola local por volta dos anos 1800, são um dos programas preferidos dos cariocas e turistas que querem um pouco de adrenalina e contato com a natureza. O ecossistema é característico da Mata Atlântica e ainda é possível encontrar resquícios das matas originais nos pontos de difícil acesso. Apesar de ser pesada e longa, existem pontos de referência durante o trajeto que ajudam os aventureiros a passar com menos dificuldade pelos trechos que demandam mais cuidado. A presença de guias experientes é indispensável para aproveitar o passeio com tranquilidade e segurança.


Aventureiros na trilha

Com uma elevação de aproximadamente 844 metros, a Pedra da Gávea não é somente cercada de belezas, mas também de lendas. Uma delas – talvez uma das mais famosas – diz que o majestoso rosto humano teria sido esculpido por fenícios, há mais de dois mil anos atrás. Essa teoria surgiu quando um grupo de pesquisadores do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) encontrou marcas na rocha, interpretadas como resquícios de inscrições fenícias antiquíssimas. As inscrições foram traduzidas e o local passou a ser considerado como as ruínas de uma esfinge.

cabeça do imperador

Porém, os estudiosos possuem outro ponto de vista. Eles acreditam que a meteorização diferenciada em um dos lados da rocha foi a responsável pelo icônico rosto estilizado conhecido como Cabeça do Imperador. Geólogos e cientistas estão quase de acordo de que as outras marcas, descritas como inscrições, na verdade são apenas o resultado da erosão.  Apesar do ponto de vista acadêmico e calcado pelo embasamento teórico, alguns ainda defendem que o local é místico, um portal para outras dimensões, entrada para cidades subterrâneas e local de visita de discos voadores.


pedra da gávea - escrituras

Verdade ou lenda, tanto faz. O que importa é que a Pedra da Gávea continua lá, cheia de mistérios, majestosa e deslumbrante. Uma das vistas mais espetaculares do Rio de Janeiro – tanto para quem enfrenta a trilha e tem o mirante como recompensa, quanto para quem observa a imensa montanha e aprecia o espetáculo da natureza que ela é – é uma enorme (literalmente!) contribuição para que o Rio tenha o importante cargo de Cidade Maravilhosa.