Por Laura Souza

A Urca possui três praias: a Praia de Fora (ou Praia do Forte da Urca), a Praia da Urca e a Praia Vermelha. Conhecidas por serem pequenas e bucólicas, como o bairro, costumam atrair admiradores com os mais diversos objetivos: de banhistas a fotógrafos.

A Praia Vermelha é uma faixa de areia entre duas construções que foram fortalezas. Hoje, são ocupadas por uma escola e pelo Círculo Militar da Praia Vermelha. Falando no CMPV, é lá que fica o delicioso e aprazível Terra Brasilis (que o Rio Book já mostrou aqui!).  Com detalhes encantadores como uma amendoeira no meio do salão, o restaurante traz um pouco da bela vista além das janelas para dentro da casa. Nos três ambientes é possível sentir o clima aconchegante e confortável e degustar um cardápio com qualidade e diversidade, desde petiscos e pizzas até pratos sofisticados.

terra brasilis (divulgação)

Não dá para negar, a localização é privilegiada. A paisagem natural faz da Praia Vermelha um verdadeiro paraíso escondido entre o Morro da Urca e o Morro da Babilônia. O Pão de Açúcar e o Bondinho contribuem consideravelmente. Assim como as pedras que ladeiam as extremidades da praia e o mar, na maioria das vezes tranquilo e com águas em um tom de azul caribenho.

Para quem quer interagir com a natureza, existe uma reserva florestal em uma das extremidades.  A famosa pista Cláudio Coutinho, com 1250 metros de extensão, oferece um percurso asfaltado para corridas e caminhadas com o verde da montanha de um lado e o mar de outro. Para os mais ousados, a trilha para o Bondinho começa em uma das entradas da pista. Bem sinalizada e de intensidade média, é um ótimo programa para os mais radicais.

Vista da pista Cláudio Coutinho para a Praia Vermelha
Vista da pista Cláudio Coutinho para a Praia Vermelha

Para a criançada, o parquinho que fica no calçadão e as grandes áreas de gramado dão conta do recado antes ou depois da brincadeira na praia.

E, quando o sol se põe, é hora dos pescadores ocuparem o espaço, criando um cenário interiorano. Além deles, a Praia Vermelha recebe todas as segundas, quartas e sextas-feiras, às 21  horas, o Movimento Artístico da Praia Vermelha (MAPV). Para celebrar o amor pela música brasileira e pelo Rio, o grupo de músicos se reúne no calçadão com violões, cavaquinhos, bandolins, tantans, surdos, pandeiros, tamborins e cuícas e faz uma seresta à luz do luar. O estilo vai do samba ao jazz passando pelo chorinho. Como supervisor da festa, Chopin em uma estátua de bronze vigia tudo do alto. E não pode faltar aquela cervejinha gelada porque, exceto pelo Chopin, ninguem é de ferro.

Estátua de Chopin
Estátua de Chopin

Praça General Tibúrcio, s/n – Urca